Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

Portuguese English French German Italian Spanish

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página

Plano de Ação dos Câmpus do IFSul - Ciclo 2021

Escrito por DDI | Publicado: Quinta, 24 de Junho de 2021, 18h14 | Última atualização em Quinta, 31 de Março de 2022, 14h40

 Ações dos câmpus organizadas por objetivos estratégicos - Ciclo 2021


Avaliação dos Planos de Ação dos Câmpus - Ciclo 2021

Câmpus Avançado Jaguarão

Câmpus Avançado Novo Hamburgo

Câmpus Bagé

Câmpus Camaquã

Câmpus Charqueadas

Câmpus Gravataí

Câmpus Lajeado

Câmpus Passo Fundo

Câmpus Pelotas

Câmpus Pelotas-Visconde da Graça

Câmpus Santana do Livramento

Câmpus Sapiranga

Câmpus Sapucaia do Sul

Câmpus Venâncio Aires

* Os arquivos das avaliações dos Planos de Ação dos câmpus serão publicados à medida que forem enviados e analisados. 


Planos de Ação dos Câmpus - Ciclo 2021

Câmpus Avançado Jaguarão

Câmpus Avançado Novo Hamburgo

Câmpus Bagé

Câmpus Camaquã

Câmpus Charqueadas

Câmpus Gravataí

Câmpus Lajeado

Câmpus Passo Fundo

Câmpus Pelotas

Câmpus Pelotas-Visconde da Graça

Câmpus Santana do Livramento

Câmpus Sapiranga

Câmpus Sapucaia do Sul

Câmpus Venâncio Aires


Acompanhe o desenvolvimento das próximas etapas


Por conta da pandemia de COVID-19, as atividades do IFSul foram profundamente impactadas, o que refletiu também na organização e desenvolvimento das atividades dos câmpus. A instituição precisou estabelecer alternativas para conseguir retomar suas atividades, ainda de forma remota, com diversas readequações nas suas rotinas. Essa reorganização também teve significativo impacto no planejamento, e no mapa estratégico estabelecido antes desse período. Para viabilizar o processo de planejamento local e concentrar os recursos e esforços dos câmpus nas questões mais prioritárias nesse momento, o mapa estratégico foi readequado para o ciclo de planejamento de 2021:

 


Construção dos Planos de Ação dos Câmpus - Ciclo 2021

Período alvo do planejamento: agosto a dezembro de 2021

Em virtude dos diferentes calendários letivos, o trabalho com os câmpus foi divido em dois grupos:

1º grupo: Câmpus Avançado Novo Hamburgo, Câmpus Avançado Jaguarão, Câmpus Camaquã, Câmpus Pelotas, Câmpus Passo Fundo e Câmpus Santana do Livramento

2º grupo: Câmpus Bagé, Câmpus Charqueadas, Câmpus Gravataí, Câmpus Lajeado, Câmpus Pelotas-Visconde da Graça, Câmpus Sapiranga, Câmpus Sapucaia do Sul e Câmpus Venâncio Aires

O trabalho foi iniciado com uma live de lançamento promovida pela DDI para a comunidade acadêmica dos câmpus de cada um dos grupos:

1º grupo: live no dia 07/07 às 18h - Acesse aqui a gravação da live 

2º grupo: live no dia 04/08 às 18h - Acesse aqui a gravação da live

Todas as informações sobre esse trabalho estão disponíveis no documento "Orientações para o Plano de Ação dos Câmpus - Ciclo 2021".

Como participar?

A comunidade dos câmpus teve a oportunidade de participar da construção do planejamento do câmpus por meio de um formulário online:

1º grupo: consulta à comunidade encerrada em 28/07

2º grupo: consulta à comunidade encerrada em 25/08

Nesse formulário cada pessoa podia propor ações que identificasse que o câmpus poderia desenvolver para atingir os objetivos estratégicos previstos, indicando:

  • - O objetivo estratégico;
  • - A ação que o câmpus poderia realizar;
  • - O prazo para conclusão; e 
  • - Os resultados esperados.

A Comissão Local de cada câmpus orientou a comunidade sobre a participação e divulgação do questionário nas atividades do câmpus, estimulando as contribuições. Cada pessoa da comunidade podia sugerir quantas ações desejasse. 

Por que participar?

A contribuição da comunidade é de extrema importância para garantir um processo de construção do planejamento de forma participava, em continuidade ao que já foi desenvolvido no PDI, e para que o câmpus possa alinhar as suas ações às expectativas e percepções da comunidade. 

Importante salientar que nem todas as sugestões da comunidade podem constar no Plano de Ação do câmpus, pois os recursos são limitados e as condições de atendimento também, ainda mais no contexto da pandemia. Porém o câmpus terá conhecimento de todas as contribuições e poderá articular medidas que busquem contemplar essas demandas ao longo do tempo.

Quando participar?

Após a realização da live, o questionário ficou disponível para a comunidade por duas semanas, com possibilidade de prorrogação por mais uma semana, caso o câmpus entendesse necessário.

1º grupo: questionário prorrogado até 28/07

2º grupo: questionário prorrogado até 25/08

O que acontece depois?

Depois de encerrado o questionário, cada Comissão Local reuniu as contribuições da comunidade e as sistematizou de maneira a avaliar a viabilidade de execução, considerando seu alinhamento com os objetivos estratégicos, recursos como tempo, orçamento e pessoas, além do cenário da pandemia. Após essa análise e consolidação das ações junto à comunidade, a comissão preencheu um formulário específico que foi entregue à DDI para gerar o Plano de Ação do Câmpus, contendo para cada ação:

  • - O objetivo estratégico;
  • - O título da ação;
  • - A unidade administrativa responsável;
  • - As etapas necessárias para a realização da ação;
  • - O prazo de conclusão;
  • - Os recursos necessários;
  • - Os resultados esperados;
  • - Como medir os resultados; e
  • - Os fatores que dificultam a realização da ação e os meios de superá-los.

 

E depois que o Plano de Ação é entregue à DDI?

Esse é o momento do câmpus colocar em prática o seu planejamento seguindo o que foi previsto no plano de ação. As Comissões Locais acompanham essa execução e atuam para que o câmpus observe esse planejamento nas suas atividades e que o mesmo seja seguido. A comunidade também pode acompanhar e cobrar do câmpus o desenvolvimento das ações.

Para isso todos os Planos de Ação ficam publicados e disponíveis para consulta de qualquer pessoa. 

O que é feito após o término do período do Plano de Ação?

Após o prazo estabelecido para esse ciclo, é feita junto aos câmpus uma avaliação do Plano de Ação, de maneira a saber se as ações propostas foram realizadas e quais resultados foram obtidos, bem como identificar ações que não puderam ser realizadas e os respectivos motivos.

Essa avaliação é fundamental para identificar o quanto foi possível contribuir para os objetivos estratégicos e para subsidiar os planejamentos seguintes. Esses resultados também servem de referência para a prestação de contas da instituição e para o Relatório de Gestão. 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página