Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Aluna do IFSul é selecionada para participar do Programa Jovens Embaixadores
Início do conteúdo da página
Experiência internacional

Aluna do IFSul é selecionada para participar do Programa Jovens Embaixadores

Vitória de Andrade, estudante do câmpus Sapucaia do Sul, concorreu com sete mil estudantes de todo o Brasil

  • Publicado: Quarta, 13 de Novembro de 2019, 15h51
  • Última atualização em Quarta, 13 de Novembro de 2019, 15h51

Janeiro do próximo ano promete ser inesquecível para a estudante do terceiro ano do curso técnico em eventos do câmpus Sapucaia do Sul, Vitória de Andrade. Pela primeira vez ela pisará fora de solo brasileiro: ficará um mês nos Estados Unidos. Após disputar a vaga com nada menos do que sete mil estudantes, de todas as partes do Brasil, Vitória ficou entre os 50 selecionados do Programa Jovens Embaixadores, promovido pela Embaixada dos EUA no Brasil.

Para chegar neste resultado, foi preciso persistência. Ela conheceu o Jovens Embaixadores em 2018, por meio do professor do câmpus Gisvaldo Araújo, e decidiu se inscrever. Ficou entre os semifinalistas, e com isso pôde participar de um programa de imersão em Brasília, no início deste ano. Durante uma semana aprendeu mais sobre o desenvolvimento de trabalhos técnicos, a cultura norte-americana, e realizou um projeto social.

Ainda com a premiação máxima em mente, em agosto deste ano Vitória decidiu tentar mais uma vez. Para participar do Programa Jovens Embaixadores, o estudante precisa preencher uma série de critérios, entre os quais ser aluno de ensino médio de escola pública, possuir até determinada renda familiar, falar inglês, ter excelente desempenho escolar e realizar trabalho voluntário. Vitória atendeu a todos: moradora do bairro Nova Sapucaia, desenvolve há oito anos um projeto recreacional para crianças de sua igreja, que inclui auxílio com dever de casa, conversa e brincadeiras.

Os candidatos que preenchem os pré-requisitos participam de prova oral, escrita e recebem a visita dos avaliadores em casa. Um processo longo, mas que em 2019 acabou com a premiação máxima para a estudante que teve a persistência de tentar novamente.

Como pretende estudar relações internacionais após concluir o Técnico em Eventos no IFSul, ela acredita que a experiência terá um grande impacto na sua carreira. "Quero melhorar a fluência no inglês, aprender o máximo que eu puder. Vai enriquecer muito meu currículo, vai me enriquecer profissional e pessoalmente”, conta ela, que já começou a colher novas motivações e aprendizados deste processo. "Penso em desenvolver mais projetos sociais na minha comunidade, para melhorar a vida das pessoas que moram perto de mim”, projeta.

 

 

Informações da Comunicação Social do câmpus Sapucaia do Sul

 

 

registrado em:
Assunto(s): jovens embaixadores
Fim do conteúdo da página